Veja como funciona a transformação de energia solar em energia elétrica

Veja como funciona a transformação de energia solar em energia elétrica

A energia solar está cada vez mais ganhando adeptos entusiasmados e conscientes de que essa opção vai definir o futuro. Hoje pode ser mais difícil visualizar uma adoção em massa pela energia solar, mas quanto mais o sistema se espalha, mais os brasileiros o identificam como alternativa viável e econômica.

Ocorre que a matriz energética tradicional, baseada em construção de hidroelétricas, certamente chegará num ponto máximo de aproveitamento. Isso se dá por uma série de fatores geográficos, sociais e econômicos. Nesse futuro próximo, a energia solar será a opção mais desenvolvida por ser muito utilizada e possuir bom desenvolvimento tecnológico.

Por isso, é importante entender o assunto e aprender como funciona a transformação de energia solar em energia elétrica.

Processo Heliotérmico

Esse sistema trabalha com duas peças básicas: coletores e receptores. Os primeiros têm a função de coletar a energia solar para posteriormente redirecioná-las aos receptores. Nestas peças ocorre o armazenamento de energia para transformação em energia elétrica.

Os receptores funcionam com um fluido em seu interior, que pode ser água, óleo e até mesmo ar. A energia solar promove o aquecimento desse fluido, transformando-o em energia térmica. O fluido aquecido, por causa da variação de pressão, desloca-se pelo sistema, gerando energia.

Esse sistema pode ser usado, por exemplo, para fazer funcionar geradores elétricos. O processo heliotérmico não tem sido muito utilizado em nível doméstico porque demanda uma área grande para funcionamento. No entanto, o método tem sido utilizado em projetos maiores que podem arcar com os custos de seu funcionamento.

Processo fotovoltaico

Ao contrário do processo heliotérmico, o sistema fotovoltaico transforma a energia solar diretamente em energia elétrica sem a necessidade de peças como os receptores. O responsável por isso é o efeito fotovoltaico, que funciona movido por um material semicondutor, o silício.

Para aderir ao sistema fotovoltaico, é preciso adquirir as placas fotovoltaicas, que fazem a conversão direta da energia solar em energia elétrica. São esses painéis que vemos instalados nos telhados das casas porque esse sistema tem amplo uso doméstico, já que é de fácil instalação com custo reduzido.

Para instalar corretamente o sistema fotovoltaico, o técnico responsável pelo serviço deve escolher o lugar adequado no telhado em que ocorra maior aproveitamento dos raios solares.

Ao contrário do que alguns pensam, esse sistema não precisa de sol aberto para funcionar. Mesmo em dias com baixa irradiação, é possível obter energia elétrica. Isso acontece porque as nuvens também são capazes de refletir a luz solar, produzindo energia.

O sistema heliotérmico não conta com essa vantagem. É preciso ter sol para ter energia elétrica, quando existe a opção pelo processo heliotérmico. Isso explica a necessidade de grandes áreas para o funcionamento do sistema, o que não ocorre no processo fotovoltaico.

Vantagens da energia solar

- energia limpa e renovável;

- como não há queima de combustíveis fósseis, não há poluição e, consequentemente, não há influência no aumento do aquecimento global;

- pesquisas têm sido realizadas para aumentar a eficiência dos sistemas e transformá-los em opções cada vez mais viáveis ao consumidor final.

Deixe seu comentário.