Meu carrinho de compras
Carrinho Vazio
24/02/2023

Saiba como proteger seus painéis solares

Muitas pessoas estão investindo em sistemas de energia solar, uma forma sustentável e mais econômica – tanto para a utilização em residências, quanto para comerciais. Apesar de ter um bom longo tempo para o uso, é necessário proteger os seus painéis solares.

A energia solar tem se tornado tão popular por ser uma fonte de energia mais barata, além de ser um investimento que conta com retorno garantido. Dessa forma, para transformar a luz solar em energia é necessário instalar um sistema, composto por alguns equipamentos mais específicos. A partir de sua operação harmoniosa, eles fornecem, então, energia elétrica.

Para que a operação do sistema de energia solar funcione plenamente, obtendo os melhores resultados, é necessário alguns cuidados especiais, a fim de garantir um bom funcionamento e a proteção dos painéis solares.

Como são equipamentos sensíveis, além de ser um investimento que você quer que dure longos anos, basta aprender como protegê-lo. Sabendo disso, separamos algumas informações cruciais para que você cuide bem dos painéis. Acompanhe tudo a seguir!

 

Por que é necessário proteger os painéis solares?

 

No Brasil, os sistemas fotovoltaicos, que geram energia solar, acabam ficando expostos a inúmeras intempéries. Dessa maneira, no país, entre as mais usuais estão chuvas, ocorrências de granizo e, principalmente, descargas elétricas.

Essas últimas são consideradas como os principais riscos para os painéis solares. Em grande parte dos painéis instalados ao redor do país, muitos já são protegidos para evitar o impacto dos granizos. Dessa maneira, é necessário muito cuidado em relação às descargas elétricas.

Você sabia que o Brasil é o líder em descargas elétricas? De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisas Espaciais, o Inpe, o país teve, em um período de seis anos, uma média de quase 78 milhões de raios anuais. Ou seja, é necessário muito cuidado em relação às descargas elétricas e os sistemas de energia solar.

O sistema fotovoltaico é favorecido por conta da alta incidência solar. Essa característica, porém, acaba deixando o ar mais quente. Consequentemente, então, se junta com a alta umidade, o que produz relâmpagos.

Assim sendo, é necessário proteger os sistemas, a fim de evitar quaisquer danos, assim como garantir maior segurança para o sistema e a construção. Dessa maneira, sob as descargas elétricas, esses problemas principais podem acabar resultando em curtos e surtos elétricos.

Esses últimos, por exemplo, conseguem gerar diversos transtornos. Ou seja, podem queimar os equipamentos, dependendo da energia elétrica, ou até mesmo alguns danos perduráveis, que prejudicam a vida desses painéis solares. Em alguns casos, pode dar choques nas pessoas ou em animais – e até mesmo causar incêndios.

Leia mais: 3 sinais de que você precisa aumentar seu sistema fotovoltaico

 

Como proteger?

 

Agora que você sabe que esses sistemas fotovoltaicos podem sofrer com alguns problemas, é necessário aprender e colocar em prática algumas soluções, a fim de protegê-los. Afinal, a aquisição dos painéis necessita de um investimento financeiro. Ou seja, vale a pena gastar um pouquinho mais, garantindo que esteja bem cuidado, terá uma vida longa e um bom funcionamento para gerar energia.

Para a proteção dos painéis solares, existem alguns sistemas. Entre os mais conhecidos estão:

 

SPDA - Sistema de proteção contra descargas atmosféricas

 

Esse sistema é, basicamente, composto por um pára-raios, que se encontra ligado em uma espécie de malha de aterramento. Dessa maneira, os equipamentos e algumas partes de metais para a fixação, que podem ser energizados acidentalmente, ficam aterrados. Ou seja, essa rede de aterramento fica conectada no pára-raio, criando um caminho diversificado, garantindo que a descarga elétrica seja liberada no solo, não prejudicando o sistema fotovoltaico.

Sobre a proteção para essas estruturas para evitar os prejuízos das descargas atmosféricas, a norma ABNT NBR 5419 garante que os pára-raios devem ficar em uma distância de cerca de 1 metro de todas as partes da estrutura em questão.

 

DPS - Dispositivos de proteção contra surto

 

Assim como dito anteriormente, os surtos elétricos podem prejudicar massivamente o seu sistema de energia solar. Dessa forma, podem causar descargas de energia ou até mesmo outras espécies de irregularidade na rede elétrica.

Assim sendo, para evitar que o raio atinja os painéis solares ou outros itens do sistema, é necessário realizar a instalação de um componente, também chamado de DPS. Ele consegue detectar todas as sobretensões. Dessa forma, atua desviando todos os surtos para um sistema de aterramento. Todo o processo leva questões de segundos. Consequentemente, essa corrente não consegue atingir esse sistema de energia solar, não prejudicando-o.

 

String-box

 

Assim como o SPDA e o DPS, o string-box é fundamental para proteger os painéis solares. Basicamente, é um quadro elétrico, que fica instalado entre o inversor e os painéis fotovoltaicos.

O DPS, fusíveis e a chave seccionadora compõem o string-box. Dessa forma, em caso de qualquer anomalia elétrica, eles se encontram prontos para intervir. Por exemplo, se for preciso, essa chave seccionadora interrompe a passagem da energia em relação ao circuito.

 

Dicas de sucesso

 

Além de contar com esses dispositivos, alguns outros cuidados devem ser tomados, a fim de garantir um bom funcionamento dos painéis fotovoltaicos. Dessa maneira, quando colocados em prática, você prolonga a vida do sistema.

No geral, são algumas dicas bem simples, com fácil manutenção, que garantem uma vida prolongada ao seu sistema fotovoltaico.

Uma boa dica é realizar a limpeza dos módulos fotovoltaicos, pois eles impactam diretamente – e positivamente – na produção de energia. Afinal, conforme o tempo passa, algumas camadas de poeira acabam se sobrepondo nas placas, o que diminui a eficiência.

No geral, as chuvas mais fortes já consegue dar um fim no acúmulo de poeira. No entanto, o recomendado é que se faça uma limpeza mais adequada, no mínimo, anual. Dessa maneira, você mantém os bons resultados dos painéis solares.

Além disso, é necessário cuidar da localização em que o sistema foi instalado. Afinal, dependendo do lugar, as copas de árvores, por exemplo, podem fazer sombras nas placas, diminuindo a produção de energia solar.

Dessa maneira, uma boa dica é ficar atento nessa questão. Quando e sempre que for necessário, opte por uma poda, a fim de garantir uma boa incidência solar no local em que os painéis estão instalados.

Quer saber mais sobre o assunto? Não perca tempo! Entre em contato com a Energia Total e conheça todos os nossos serviços!