Por que usar um sistema de irrigação movido a energia solar?

Por que usar um sistema de irrigação movido a energia solar?

O uso da energia solar se popularizou em todo o mundo e a técnica tem sido usada das mais diferentes maneiras, desde o aquecimento de ambientes à conversão em eletricidade. Hoje, porém, vamos falar sobre outra forma de aproveitar a luz do sol: a irrigação.

Você pode se perguntar: por que usar um sistema de irrigação movido à energia solar? É o que você vai descobrir agora.

Como funciona o sistema de irrigação

Irrigação é uma técnica que permite o desenvolvimento de plantas fora de seu ambiente original e faz com que esse crescimento não dependa das chuvas. Assim, é possível ter uma plantação bem drenada e com a quantidade certa de água, o que garante alimentos saudáveis e de qualidade.

A maioria das plantações possui um sistema de irrigação próprio. Muitos deles reutilizam, inclusive, a água da chuva para realizar a rega das plantas, pastagens e canteiros.

Existem diversos tipos de sistemas de irrigação utilizados ao redor do mundo, dos quais podemos citar como mais comuns: Irrigação por Aspersão, que consome bastante energia e se caracteriza por pequenas subdivisões que levam a água à planta; Irrigação por Gotejamento, recomendada para plantações menores, de frutas e vegetais, e que possui um melhor aproveitamento da água; e Irrigação por Microaspersão, mais eficiente que a aspersão, já que um cano é instalado para duas plantas, mas é importante instalar o filtro adequado para evitar a entrada de insetos e o consequente entupimento do sistema.

O sistema de irrigação movido à energia solar só se difere dos sistemas tradicionais em um ponto: para funcionar, a irrigação dispensa a utilização de combustíveis ou energia elétrica, e é aí que mora a sustentabilidade. A energia é captada por meio de painéis solares instalados em locais que recebem muita luz do sol.

Vantagens do sistema de irrigação movido a energia solar

Quando falamos em energia sustentável, seja ela qual for, a primeira vantagem que devemos citar é a redução de custos. Com o sistema de irrigação movido à energia solar não é diferente: a técnica pode ser usada por pequenos e grandes agricultores por ser uma alternativa mais barata, já que elimina o uso de combustíveis fósseis, que têm preços muito altos no mercado.

Além disso, muitos agricultores de subsistência e que plantam em regiões secas e com escassez de água nem sempre têm acesso à energia elétrica para promover a irrigação de suas culturas. O sistema movido à energia solar, portanto, é muito mais acessível, pois só depende dos raios solares para fazer a técnica funcionar. O equipamento pode parecer caro a princípio, mas o investimento vale muito a pena.

Outra vantagem importante é que o sistema acaba por apresentar ao agricultor as técnicas de geração de energia solar, que poderão ser utilizadas com outras finalidades e reduzirão ainda mais os gastos.

Em relação à sustentabilidade, a eliminação dos combustíveis na técnica de irrigação diminui consideravelmente os níveis de poluição, especialmente de CO2 e gases tóxicos.

Portanto, aderir a um sistema de irrigação movido a energia solar é resolver dois problemas de uma só vez: reduzir os gastos com energia elétrica e contribuir para um meio ambiente mais sustentável. Você ainda está se perguntando por que usar um sistema de irrigação movido a energia solar?

Deixe seu comentário.