ENTENDA COMO FUNCIONA A CERTIFICAÇÃO LEED


Selo sustentável LEED estabelece pontuações para seus empreendimentos. Entenda como.

 

A Leadership in Energy and Environmental Design, conhecida como LEED, é uma certificação dada pela Greend Builing Council, presente em mais de 160 países. Seu objetivo é transformar projetos de construção e reformas de prédios e edifícios em modelos focados na sustentabilidade. Este selo contribui não apenas para o planeta, mas também pode auxiliar em questões como economia na construção de empreendimentos, modernização de projetos, ambientação de espaços, entre vários outros fatores.

A GBC Brasil trabalha com oito tipos de certificações: LEED NC, novas construções e grandes projetos de renovação; LEED ND, desenvolvendo bairros; LEED CS, projetos da envoltória e parte central dos edifícios; LEED Retail NC e CI, para lojas de varejo; LEED Healthcare, específico para sistema de saúde; LEED EB_OM, com manutenção de edifícios que já existem; LEED Schools, para escolas; e LEED CI, que serve para projetos de interiores e edifícios comerciais.

 

Como funciona


São sete dimensões avaliadas por este selo de construção sustentável. Os empreendimentos podem ser encaixados em quatro níveis: Certificado, Silver, Gold e Platinum. Cada nível corresponde a uma nota, que vai de 40 (mínimo) a 100 pontos (máximo). Confira as dimensões avaliadas como critérios de pontuação dos edifícios:

Créditos de Prioridade Regional (4 pontos): as diferenças sociais, econômicas e ambientais de cada país são avaliadas neste quesito. Quanto mais transformador e inovador for o projeto em relação ao espaço e região que será construído, melhor.

Eficiência do uso da água (10 pontos): quanto menor o desperdício, além de aliar técnicas eficientes no paisagismo, com tecnologias inovadoras, maior será a nota.

Energia e Atmosfera (35 pontos): leva em conta questões como o comissionamento dos sistemas de energia, bem como a performance mínima, além da gestão dos gases refrigerantes.

Inovação e processos (6 pontos): como o próprio nome já diz, é o ato de trazer algo novo para as edificações com selo LEED.

Materiais e Recursos (14 pontos): reutilização de materiais, baixo impacto ambiental nos recursos disponíveis e destinação correta dos dejetos fazem parte desta dimensão.

Qualidade ambiental interna (15 pontos): busca por um ambiente onde circulam muitas pessoas, com um ar de qualidade, além de processos que mantém a temperatura estável. Por exemplo, um dos requisitos deste tópico para começar a pontuação é o controle do fumo.

Sustentabilidade do espaço (26 pontos): vários critérios são avaliados aqui, como a gestão consciente e inteligente do espaço, além da utilização de transportes sustentáveis, como bicicletas, e controle de temperaturas.

 

Conclusão


A certificação LEED veio para tornar os edifícios brasileiros (e de vários países), mais sustentáveis, dando ênfase na qualidade de vida e atingindo até aspectos sociais, cada vez mais relevantes em espaços urbanos com diferentes pessoas. O cadastro para receber este selo de construção sustentável é feito no próprio site da GBC Brasil, de forma rápida e fácil.

Com mais de 170 mil metros quadrados de certificações diárias, este é um dos principais certificados de sustentabilidade e poderá mudar a vida do seu empreendimento, esteja você construindo ou reformando. E, claro, com um edifício sustentável você não recebe apenas uma cerificação, mas dará o exemplo de como ajudar o planeta.

Deixe seu comentário.