Meu carrinho de compras
Carrinho Vazio
22/05/2023

Energia solar e a geração distribuída: saiba como funciona o sistema

A energia solar é uma das fontes de energia renovável mais promissoras para o futuro.

 

Além de ser inesgotável e de baixo impacto ambiental, ela tem o potencial de reduzir a dependência dos combustíveis fósseis e diminuir as emissões de gases de efeito estufa.

 

Nesse contexto, a geração distribuída de energia solar tem ganhado destaque, tanto em residências quanto em estabelecimentos comerciais, industriais e fazendas.

 

Veja tudo o que você precisa saber sobre como funciona esse sistema, neste artigo.

 

O que é geração distribuída de energia solar?

A geração distribuída de energia solar é um conceito que envolve a produção de energia elétrica a partir de pequenas usinas fotovoltaicas instaladas em casas, comércios, indústrias e fazendas.

 

Essas usinas podem ser conectadas diretamente à rede elétrica ou operar de forma autônoma, fornecendo energia aos seus próprios consumidores.

 

Componentes do sistema de geração distribuída

Para entender melhor como funciona o sistema de geração distribuída de energia solar, é importante conhecer os principais componentes envolvidos no processo:

 

Painéis solares: são os dispositivos responsáveis por converter a luz do sol em energia elétrica. Existem dois tipos principais de painéis solares: os fotovoltaicos, que geram energia elétrica a partir da luz solar; e os térmicos, que aquecem água ou ar utilizando o calor do sol.

Inversores: são equipamentos que convertem a corrente contínua (CC) gerada pelos painéis solares em corrente alternada (CA), que é a forma de energia utilizada pelos aparelhos elétricos e pela rede elétrica.

Sistema de armazenamento: em alguns casos, as usinas de geração distribuída contam com sistemas de armazenamento de energia, como baterias ou bancos de baterias, que permitem armazenar a energia gerada pelos painéis solares para ser utilizada quando necessário.

Contadores bidirecionais: são dispositivos que medem a quantidade de energia produzida pelo sistema fotovoltaico e a quantidade de energia consumida pelo estabelecimento.

Essa medição é importante para o processo de compensação de energia, que ocorre quando o consumidor injeta energia excedente na rede elétrica e recebe créditos para serem utilizados em momentos de baixa geração solar.

 

Processo de instalação e dimensionamento

O processo de instalação de um sistema de geração distribuída de energia solar envolve várias etapas, desde a avaliação das condições do local e a escolha dos equipamentos adequados até a conexão do sistema à rede elétrica.

 

Profissionais especializados são responsáveis por realizar o dimensionamento correto do sistema, considerando fatores como a quantidade de energia necessária, a incidência solar na região e o espaço disponível para a instalação dos painéis solares.

 

Projetos coletivos e colaborativos

Outro aspecto importante da geração distribuída de energia solar é a possibilidade de implementação de projetos coletivos. Condomínios residenciais, associações de moradores e empresas podem se unir para instalar um sistema fotovoltaico em uma área comum e compartilhar os benefícios gerados pela energia solar.

 

Esse modelo colaborativo contribui para a democratização do acesso à energia limpa e para a conscientização sobre a importância das fontes renováveis.

 

A escolha inteligente para um futuro sustentável

Em resumo, a geração distribuída de energia solar é uma alternativa viável e sustentável para atender às necessidades energéticas de casas, comércios, indústrias e fazendas.

 

Projetos coletivos e políticas de incentivo são fundamentais para expandir o acesso à energia solar e promover a transição para uma matriz energética mais limpa e sustentável.

 

Com uma equipe própria e qualificada, atendimento personalizado e produtos de alta qualidade, temos tudo o que você precisa para transformar sua relação com a energia e construir um futuro mais verde e sustentável.

 

Entre em contato com a Energia Total! Juntos, podemos contribuir para um futuro mais sustentável e promissor, gerando economia, independência energética e respeito ao meio ambiente.