Economizar na conta de luz? aposte na energia solar

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

A busca por sistemas alternativos de energia é constante, o aumento do consumo e da dependência mundial de energia de fontes não renováveis. A energia solar é uma excelente fonte de energia alternativa que pode suprir sua necessidade de energia elétrica em 100% e em alguns casos ainda sobrar energia para emprestar para a concessionária. Uma das formas de se aproveitar essa energia que vem do sol é o sistema fotovoltaico. Esse modelo de geração energia permite você gerar parte ou até exceder a energia que você consome na sua residencia, assim, se livrando de boa parte da sua conta de luz e em alguns casos eliminando a conta.

Muitos ambientalistas defendem o uso desse tipo de energia 100% limpa, ao contrário da maioria das outras fontes produtoras. Ela é renovável já que tem o sol por fonte e, com a tecnologia atual, é possível armazenar a energia gerada para uso nos períodos noturnos ou em dias com pouco sol.  Para se calcular o tamanho de um sistema fotovoltaico residencial usa-se como base a conta de luz (o seu consumo de energia), a área disponível para receber os painéis solares e a localidade geográfica (os índices de irradiação solar variam muito de acordo com o local).

A diferença é o tamanho do sistema fotovoltaico. Os sistemas de energia solar residenciais conectados a rede elétrica são classificados por seu tamanho ou potencia. Uma residência comum dificilmente vai precisar de um sistema de energia solar maior do que 10kWp (que ocupa uma área máxima de 70m2). Em média, casas de 3 quartos precisam de um gerador de energia solar de 3kWp( 21m2). Então classifica-se como sistema de geração solar fotovoltaico residencial aquele com potencia instalada entre 1kWp e 10kWp.

Funciona assim:

As células de silicio dos paineis solares,  reagem com a luz do sol e produz diretamante energia elétrica (energia fotovoltaica). Eles são instalados sobre o seu telhado ou em solo, conectados uns aos outros e também a um inversor solar, que disponibiliza a energia dos painéis para a sua casa ou empresa. E sabe do que mais? De acordo com a norma 482/2012 da ANEEL, o excesso de energia vai para a rede da distribuidora gerando créditos! Sim, aquela parte da energia que você não usou volta para a rede elétrica e passa pelo relógio de medição de energia, o qual mede a energia da rua que é consumida quando não tem sol e a energia solar gerada em excesso quando tem muito sol e é injetada na rede da distribuidora. Esses créditos podem ser utilizado à noite ou nós próximos meses . Em outras palavras: você produz energia limpa com a luz do sol e reduz a sua conta de luz.

adaptado de: http://blogs.ne10.uol.com.br/

Deixe seu comentário.
Comentários
08/02/2016 17:01
duvidas

boa tarde, tenho um sistema fotovoltaico instalado na minha residência on-grid, porém, não é homologado junto a concessionária (Light), do rio de janeiro capital, então, tenho que adquirir um inversor que seja homologado pelo inmetro, PHB, ou outros,  no meu caso, seria entre 1.5k a 2k, quero saber os valores dos respectivos, e a forma de pagamento, eu estou no rio de janeiro cep:21635-100 ???

27/02/2016 02:06
Telefone para contato

Olá Amigo,
Para entrar em contato com a Energia Total segue os telefones:

(65) 3665-0858 Fixo oi
(65) 9632-0706 Vivo
(65) 8152-5210 TIM