Meu carrinho de compras
Carrinho Vazio
19/09/2022

Combate ao efeito estufa com energia solar

No combate ao efeito estufa, a energia solar é uma das fontes de energia limpa que mais tem crescido. Dada a facilidade de instalação do equipamento, a redução de custos e, principalmente, o baixo impacto ambiental que provoca.

 

Continue a leitura e saiba mais.

 

Efeito estufa e mudanças climáticas

O efeito estufa é um processo natural da Terra, por meio do qual a temperatura do planeta é regulada, garantindo assim a vida tal como conhecemos. Sem o efeito estufa o globo resfriaria e não existiria esta variedade de espécies.

Desde o século 18, com a Primeira Revolução Industrial que, introduziu as indústrias os processos de maquinofatura à produção, cuja principal fonte de energia era obtida através da queima de carvão; o planeta recebeu muito mais carbono na atmosfera do que de costume, intensificando o efeito estufa. O processo foi gradual e se estende desde esse período.

Foi só em 1988 que o físico James Hansen, da NASA, testemunhou sobre o aquecimento global e como seus efeitos já eram notados. E em 1992, na Eco-92, a Conferências das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, sediada no Rio de Janeiro, se deu início ao debate mundial sobre as mudanças climáticas e a urgência do desenvolvimento e adoção de fontes sustentáveis para as atividades humanas.

Provocadas pelo aquecimento global, as mudanças climáticas são responsáveis por alterações nos ciclos naturais, podendo gerar longos períodos de estiagem, insegurança alimentar e escassez de água potável.

Se nada for feito para reduzir a emissões de carbono na atmosfera, segundo relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), a temperatura global pode subir 2°C até 2051.

Dados preocupantes como esse, pressionam governos, empresas e toda a população a tomar medidas que colaborem para redução do efeito estufa, adotando fontes de energia renovável como a solar, por exemplo.

 

A energia solar como aliada do planeta

Por meio da energia solar se gera energia elétrica a partir de painéis fotovoltaicos que transformam em eletricidade a radiação solar, substituindo assim fontes de energia fósseis, como as usinas termoelétricas, por exemplo, que utilizam carvão para funcionar.

Diferente de outras fontes alternativas, a energia solar causa menos impacto ambiental, sem trazer inconvenientes ao ecossistema da região. Como no caso da energia eólica, cujo equipamento além de contribuir para a poluição sonora é responsável pela morte de aves.

Ou mesmo as hidrelétricas, que provocam o assoreamento de rios e a inundação de áreas gigantescas de mata. Dois ambientes importantíssimos para o sequestro de carbono da atmosfera, realizado por algas, árvores e plantas.

Estima-se que em 25 anos a energia solar será responsável por impedir a emissão de até 100 toneladas carbono na atmosfera. Para isso, a geração de até 69% da energia elétrica total do planeta deverá ser por energia solar.

Seguindo as propostas feitas pela ONU para minimizar os impactos do aquecimento global até 2030, diversos governos e entidades privadas têm criado mecanismos para incentivar o uso de fontes limpas, como a energia solar. Existem meios de financiamento e outros programas.

 

Para mais conteúdos como esse e informações sobre energia solar, continue navegando pelo nosso site ou entre em contato conosco!