Meu carrinho de compras
Carrinho Vazio
14/12/2022

3 passos para prevenir seus painéis solares de surtos elétricos

É fato que o sistema de geração de energia solar é altamente durável, tendo em vista que pode durar até 25 anos, passando por poucas manutenções ao longo desse tempo.

 

No entanto, para garantir o bom funcionamento dos painéis por um longo período, é necessário tomar alguns cuidados, dessa forma, a durabilidade será favorecida e o investimento também.

 

Existem cuidados rotineiros e precauções como, por exemplo, de limpezas de possíveis sujeiras e folhas que possam grudar nos equipamentos, atrapalhando a sua vida útil e, até mesmo, a absorção de energia solar.

 

Contudo, existem problemas mais sérios que podem realmente afetar o funcionamento, gerando preocupações mais profundas a respeito do gerador, como as descargas elétricas.

 

Para esclarecer esses pontos problemáticos, pensamos em trazer 3 passos simples para prevenir seus painéis solares de surtos elétricos, que irão te auxiliar na compreensão sobre essa questão. Descubra a seguir.

 

Saiba como as descargas elétricas podem afetar o funcionamento dos seus painéis solares

As descargas elétricas podem gerar problemas como a danificação dos equipamentos, a queima dos componentes que fazem parte do sistema de geração de energia solar e, em casos mais graves, incêndios.

 

Os três problemas são significativos, mas incêndios podem atingir níveis de danificações inimagináveis, não apenas para os usuários do sistema de energia, mas também para quem está próximo.

 

Por isso, é de suma importância fazer o que estiver ao seu alcance para evitar que os surtos elétricos sejam uma questão negativa.

 

E a primeira coisa que se deve seguir, para garantir a proteção do sistema, é aderir às normas técnicas do Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas, o SPDA.

 

Essas normas são básicas e devem ser utilizadas tanto em usinas, cuja utilização de energia é tão grande que se torna impossível prevenir surtos elétricos, quanto em sistemas de energia fotovoltaica residenciais ou empresariais.

 

A mais importante das normas vigentes é a ABNT NBR nº 5419/2015, cuja atribuição está pautada em quatro partes.

 

É necessário levar a sério tudo o que está sendo abordado aqui, pois o Brasil é considerado um dos países que mais possuem descargas elétricas no mundo, de acordo com o Grupo de Eletricidade Atmosférica, membro do Inpe.

 

Com isso, não se preocupar em agir em conformidade com a ABNT pode acarretar problemas com a justiça, bem como toda a equipe que participou da instalação do sistema de geração de energia solar.

 

Descubra quais são os 3 passos para prevenir seus painéis solares de surtos elétricos

Bom, pudemos perceber como pode ser perigoso para o funcionamento das placas solares caso exista um surto elétrico, sendo assim, a fim de evitar grandes danos à propriedade ou às pessoas do entorno, confira os 3 passos abaixo para evitar que isso aconteça.

 

Lembre-se que o tamanho do sistema fotovoltaico, ou seja, a quantidade de placas que ele dispõe, interfere diretamente na suscetibilidade à surtos elétricos. Dessa forma, quanto maior for o seu sistema, maior precisa ser, também, a preocupação com essa questão.

 

Possua um Dispositivo de Proteção contra Surtos

Os Dispositivos de Proteção contra Surtos, ou DPS, são dispositivos que servem para descarregar a sobrecarga do sistema de geração de energia elétrica.

 

Ele funciona diminuindo a tensão nos terminais da instalação e é dividido em três formas de proteção diferentes. Atenção: é necessário utilizar os três de forma combinada.

 

DPS I: É instalado bem na entrada da energia

DPS II: Deve ser colocado em quadros de distribuição secundários

DPS III: É colocado nos aparelhos que apresentam maior suscetibilidade à surtos

 

Faça aterramento de forma correta

O aterramento direciona para o solo todas as descargas elétricas que ficam armazenadas nas placas solares, dessa forma, ele evita a sobrecarga e, consequentemente, os danos ao sistema fotovoltaico.

 

Invista em para-raios

Super importantes para evitar os impactos diretos dos raios nas placas solares, eles também direcionam a descarga para o solo, evitando que o pior aconteça com o sistema como um todo.

 

Lembre-se de contratar profissionais capacitados para exercer essas funções de forma efetiva, pois só assim você terá garantia de que o seu sistema de geração de energia solar está devidamente protegido.

 

Quer saber mais sobre como funciona o sistema de painéis fotovoltaicos? Entre em contato com a nossa equipe em nosso site!